NÃO SOLTE A FRANGA NA FESTA DA EMPRESA

NÃO “SOLTE A FRANGA” NA FESTA DA EMPRESA

Flávio Martins – Consultor, palestrante e escritor

flaviomartins@flaviomartins.com.br 31 97 05 74 28 www.flaviomartins.com.br

As festas de fim de ano da empresa objetivam estreitar as relações entre as pessoas e trazer momentos agradáveis após um ano de serviços.

Ao contrário do que muita gente pensa, a festa de fim de ano da empresa não é uma festa para largar totalmente o cerimonial de lado e se esbaldar. Muitos acham que lá podem “soltar a franga”

A festa de fim de ano da empresa é uma festa de descontração, mas não para se descontrolar. Isto porque ninguém está a salvo dos observadores. Os observadores, em especial os chefes, por mais que sejam liberais vão considerar, de uma forma ou de outra, os excessos e a falta de um mínimo de etiqueta. E vão se lembrar quando o trabalho recomeçar na empresa.

Observe então as recomendações:

  1. BEBIDA ALCOOLICA

Nas festas costumam aparecer aqueles se tornam os “chatos” que provam não ter controle, se embebedam se tornam insuportáveis e pagam todo tipo de mico.

Cada um deve conhecer o seu limite para a bebida e não passar dele. Se não tem controle não deve beber!

  1. PAQUERAS

Cuidado com as paqueras e a quem você pretende paquerar. Se for o caso, faça tudo discretamente e tenha o cuidado de não dando de cima da namorada do colega, esposa do chefe, etc. Quem bebe demais costuma fazer este tipo de confusão.

  1. VESTUÁRIO

Vista-se de acordo com o público e a sua posição na empresa, se o traje requerido para a festa é esporte, vista-se de acordo e evite os excessos e relaxamentos exagerados.

Para as mulheres se recomenda evitar decotes e vestidos muito curtos. A roupa deve trazer a mensagem que você quer passar. Deixe as roupas extravagantes, os decotes generosos, a maquiagem carregada e os penteados esquisitos para ocasiões sociais desvinculadas da empresa

  1. HORÁRIO

Exceto nos casos onde você seja um dos colaboradores da organização, evite chegar antes do horário. Isto pode ser embaraçoso para quem está organizando a festa, que poderá não ter concluído a organização, Não seja também o último a sair. Normalmente o último é o chato, que permanece quando os organizadores estão cansados e doidos para encerrar a festa. E ele vai ficando....ficando...

  1. CRÍTICAS À ORGANIZAÇÃO DA FESTA

Discrição é a palavra de ordem. Se algo está saindo errado, discretamente procure ajudar a corrigir o problema.

Não faça críticas à organização da festa a não ser que coloque a coisa como sugestão e com a pessoa certa, no local certo, na hora certa e da forma certa. Este é um assunto bastante delicado.

  1. ACOMPANHANTES

Se a organização da festa definiu que não devem ser levados acompanhantes, não o faça.

Se definiu que devem ser levados acompanhantes, esforce-se para fazê-lo, mas não leve gente que vá obrigada e que possa ficar de “cara emburrada”. É pior do que não levar. Evite levar pessoas que possam causar problemas na festa (problemas que no primeiro dia de trabalho acabarão sendo seus).

  1. O CHEFE

Quem já puxou o saco do chefe o ano inteiro, não precisa caprichar mais na festa de fim de ano. Vai se tornar inconveniente até para o próprio chefe.

Não seja o puxa-saco, não o incomode com assuntos de serviço do dia a dia e deixe-o à vontade para procurar quem ele quiser (você pode sugerir, mas não insistir).

E não repare demais na esposa (o) de seu chefe. Discreção é a palavra de ordem.

  1. CONVERSAS DESAGRADÁVEIS

Evite-as a todo custo. Sejam problemas da empresa ou das pessoas. Não seja o chato, o pegajoso, o insistente, o repetidor de assuntos.

Seja o discreto, o amigo tranqüilo, que sabe o que falar, quando falar e como falar.

Se algum colega comportar-se inadequadamente, tente afastá-lo do grupo com discrição

  1. GRUPOS ISOLADOS

Não se isole em grupos fechados; A festa foi feita para integração. Não se justificam o isolamento de pessoas conforme setores ou grupos de afinidades.

  1. CUIDADO PARA NÃO SER O “ARAQUÉM-O SHOW MAN”

Com todo respeito à figura que fez sucesso na televisão na década de 80, não seja o bobo da corte, o ridículo que não sabe se comportar. Aquele que faz as macaquices para todos rirem.

Não dê vexame e, no dia seguinte, não comente vexame de colegas, chefe, diretores, seja lá quem for.

  1. ESTEJA DESCONTRAÍDO

Depois de tudo que foi dito, não fique agora fechado em um canto: mostre descontração em sua face, converse com as pessoas, circule relaxadamente, mas evitando os excessos conforme recomendado.

Estas são regras importantes que devem ser seguidas para que a festa da empresa seja bem lembrada e que permitam você estar na mente das pessoas com aquele (a) colega agradável que estava integrada ao grupo e que será bem vindo (a) no próximo ano.

E lembre-se: SE FOR DIRIGIR NÃO BEBA. Não será nada agradável para a empresa a lembrança da festa do ano anterior com um aspecto muito triste para lembrar.

www.consultorflaviomartins.com

Veja mais sobre comportamento profissional no livro de FLÁVIO MARTINS DA COSTA

MARKETING PESSOAL - O SUCESSO NA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL

Adquira na internet; Submarino.com e americanas.com


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square