A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK

A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK

Flávio Martins da Costa – Consultor, Palestrante e Escritor 31 997057428

www.consultorflaviomartins.com flaviomartins@flaviomartins.com.br

Entendemos Feedback como uma palavra inglesa que significa realimentar ou dar resposta a uma determinado pedido ou acontecimento. Também poderia ser entendido como reação, mas sempre é uma resposta, um retorno em relação ao que foi feito ou expressado.

Na comunicação, o feedback é um dos elementos presentes Depois de interpretada, o receptor termina o processo da comunicação com o feedback - a resposta ou reação do receptor à mensagem enviada.

Em Administração, ele ocorre quando é dado um parecer sobre uma pessoa ou grupo de pessoas na realização de um trabalho, com o intuito de avaliar o seu desempenho.

O bom Feedback é isento de emoções e se torna mais rico quando revela os pontos positivos e negativos do trabalho executado ou comportamento, tendo em vista a melhoria do mesmo.

Um profissional sem feedback não sabe se está fazendo um bom trabalho, não se sente reconhecido e valorizado, O mesmo acontece na vida pessoal. Sem feedback, as pessoas não têm esta valiosa informação para correção de rumos,

No blog de Abílio Diniz, o empresário de sucesso apresenta três tipos de feedback, que assim interpretamos:

  1. Feedback apreciativo, que entendemos deve ser feito focando nas realizações do colaborador.

  2. Feedback corretivo, apresentando ações de correção.

  3. Feedback regular, feito de forma mais frequente, rotineira.

Em CARREIRA - VOCÊ S/A (Claudia Gasparim, acessado em 17/03/2015, às 9:48 hs)tivemos a oportunidade de ver as “8 REGRAS DE OURO DO FEEDBACK”:

Eis a nossa interpretação do artigo:

1. Comece sempre pelo que há de bom Começar com elogios sinceros. Vai ajudar a diminuir as defesas do avaliado e,a tensão da conversa.

2. Jamais seja genérico Não basta dizer que gostou ou que não gostou. Devem ser citados fatos, evidencias, pontos palpáveis.

3. Crie um ambiente estratégico Feedbacks devem ser dados em ambientes nos quais as partes se sintam à vontade.

4. Estabeleça regras para a conversa Regras como “vamos ser francos, mas construtivos”, “vamos conversar profissionalmente”, “vamos organizar a conversa: um fala e o outro escuta e depois invertemos”, “quem está falando deve ser objetivo”. Todas estas regras devem estar presentes no Feedback.

5. Evite o tom acusatório A conversa deve ser amena, sem agressões verbais;

6. Escute também Um deve ouvir o outro de forma tranquila. Quem está falando deve ter a oportunidade de terminar o seu raciocínio, a sua ideia.

7. Conclua de forma rápida O fim da conversa deve ter uma conclusão, com recapitulação resumida do que foi tratado, para deixar uma mensagem mais fácil de ser entendida, fixada e relembrada.

8. Dê reforço positivo Ao final da conversa e depois dela também, dê o que se poderia chamar de re-feedback (expressão colocada por Flávio Martins), dizendo que como está observando o comportamento da outra pessoa após a reunião de feedback.

Em nossa vida pessoal ou profissional, devemos sempre estar atentos ao Feedback, que pode ser provocado ou surgir naturalmente, através da comunicação verbal ou comunicação não verbal. Devemos até mesmo solicitá-lo sempre para que saibamos o resultado de nosso trabalho, comportamento ou comunicação, a fim de melhorar sempre a nossa postura profissional ou pessoal.

Sem ele não poderemos saber se estamos no caminho certo, se comportamos de maneira correta e onde temos oportunidade de melhorar. Assim, feedback tem o significado de informação para melhoria, crescimento,. E quem não quer melhorar, crescer ? Observe sempre todos os feedbacks que receber. Se não receber...solicite, provoque. É a sua oportunidade de melhoria.

E não se esqueça de uma regra de ouro: Elogie em público e repreenda em particular.


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square