O TREINAMENTO E O EXECUTIVO

O Treinamento e o Executivo

Flávio Martins da Costa Escritor, palestrante e consultor

www.consultorflaviomartins.com flaviomartins@flaviomartins.com.br 31 997057428

Muitas empresas, ainda enxergam treinamentos como custos.

Na realidade, treinamento é um belo de um investimento: Gera altíssimos resultados se bem conduzido por quem o está produzindo e também pelos executivos da empresa que o contratam.

Para modificar o modo de enxergar a atividade de treinamento pelos executivos, é importante enumerar as vantagens do treinamento:

  • Aumento da produtividade

  • Redução do retrabalho, desperdício e custos

  • Melhoria da qualidade

  • Melhoria das relações interpessoais

  • Aumento da motivação

  • Aumento da velocidade no ritmo das tarefas

  • Melhoria no atendimento aos clientes interno e externo

  • Empresa mais competitiva e lucrativa

E os executivos e supervisores diretos têm um papel fundamental no sucesso dos treinamentos.

Executivos que consideram treinamento com custo e aqueles que não fazem o acompanhamento e a avaliação da eficácia dos treinamentos, colocam a empresa em risco, por não tratarem adequadamente esta questão fundamental.

Embora eu sempre aconselhasse os meus clientes a avaliar a EFICÁCIA dos treinamentos, foi com o meu trabalho com a implantação da IS0 9001 nas empresas que consolidei a minha crença na importância da avaliação da EFICÁCIA dos treinamentos. E aí vai uma dose de interpretação: Avaliação de EFICÁCIA é diferente de avaliação da REAÇÃO AO TREINAMENTO. A avaliação da reação ao treinamento é feita no encerramento do curso, mas não mostra a efetiva aplicação na organização do que foi aprendido no treinamento. A EFICÃCIA é a avaliação da medida na qual o treinamento foi aplicado na organização, na medida que muda comportamento. E isto só se faz algum tempo depois.

Quanto tempo se precisa esperar para fazer a avaliação da eficácia dos treinamentos ? Varia conforme o treinamento, o perfil dos treinados.

Treinamento nas organizações também não pode ser algo apenas REATIVO, atendendo a ofertas de organizações, mas algo proativo e fruto de um planejamento a partir de necessidades individuais, grupais e organizacionais.

Também a postura dos supervisores imediatos e dirigentes é fundamental. E esse é o objetivo deste artigo.

É papel dos executivos e dirigentes:

  • Criar uma política permanente e consistente de treinamento e desenvolvimento

  • Avaliar permanentemente o desempenho de seu pessoal e a partir daí identificar necessidades

  • Elaborar planos anuais e flexíveis de treinamento

  • Dar exemplo, ao participarem de treinamentos.

Infelizmente muitos executivos e empresários se acham auto-suficientes e acham que, porque “chegaram lá” não precisam de treinamento.

E isto que foi dito vale para o TOPO DA HIERARQUIA também !

Para melhores resultados a postura dos executivos deve ser:

  • Antes:

Conversar com o (s) subordinado (s) sobre o treinamento e os resultados esperados.

Criar condições de apoio e mostrar que ele pode participar do treinamento sem estar preocupado com o dia a dia do seu serviço.

  • Durante

Se for treinamento interno e o executivo principal da organização não vai participar, ele deve fazer presenças pontuais no curso, com aparições eventuais, não com atitudes de fiscalização, mas de incentivo, de interesse (em organizações maiores esse papel é feito por um executivo designado).

Se for treinamento interno e o executivo vai participar, ele deve deixar de lado as diferenças hierárquicas e fazer com que o pessoal fique mais à vontade.

Se o treinamento for externo e o supervisor não for participar, ele deve pontualmente contatar o subordinado e mostrar interesse e incentivo.

  • Após

Imediatamente após deve fazer uma avaliação com o subordinado sobre o treinamento: conteúdo, instituição, instrutores, instalações, etc

Deve elaborar um planejamento de aplicação do que foi aprendido.

Quando possível utilizar o treinando como multiplicador.

Algum tempo depois fazer A AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO TREINAMENTO, para saber os efetivos resultados na prática.

Com isto ele terá participado ativamente de uma das mais importantes ações para o desenvolvimento dos subordinados e crescimento da organização. E este é um dos seus mais importantes papéis : Dar aos profissionais da organização condições para darem o melhor de si, através da maximização da aplicação de seus talentos !


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square